Se faço tudo por algo, o que sobra para mim?

Quando me separei, eu ouvi de várias mulheres – e até de mim mesma: fiz tudo que podia para salvar esse casamento. Quem me conhece há muitos anos sabe que fui tantas versões possíveis para, quem sabe, manter o relacionamento. E ainda assim ele teve seu ponto final.

Mas a minha versão de hoje se pergunta “se realmente teria sido necessário fazer TUDO por um relacionamento”…Se faço tudo por algo ou alguém, o que sobra para mim?

Ao dar tudo, me esvaziei. E ainda assim não foi suficiente.

Também me lembro dos silêncios diante de várias situações que vivi. Hoje vejo claramente que as pessoas viam meu relacionamento e provavelmente comentavam por trás, mas dificilmente comigo. A terapia me resgatou.

Às vésperas de completar 46 anos me sinto bem com minhas decisões e sem precisar das validações sociais ou mesmo dos meus pares. Meus boletos chegam e ninguém pergunta seus valores.

Então, por favor, vamos parar de dizer às mulheres que elas devem fazer de tudo para salvar uma relação.

Parar de falar que existe um comportamento de quem deseja de relacionar. Parar de chama-las de idiotas, burras ou trouxa. Mulheres estão fazendo o melhor que podem com o que têm. Acolha, escute, seja amiga, abraço. Se não puder fazer isso, cale-se.

One Comment

Deixe uma resposta